terça-feira, abril 21, 2009

Morre lentamente..



"Quer-me quando menos o merecer, pois será aí que mais o necessito"
Pablo Neruda


Afinal sou boa pessoa.. ou pelo menos devo ser.. pois tenho amigos, pessoas fantásticas, extraordinárias, lindas (por mais que adjective nunca estarei a exagerar..) que gostam de mim e que não se coibem de mo demonstrar..

Não é preciso uma mensagem, um telefonema ou receber um mail todos os dias.. não é preciso nada, pois eu sei que eles estão lá.. sempre que eu precisar.. e só isso chega.. só isso é tudo!


Obrigado.. bem lá do âmago do meu ser..


E agora um poema lindo que tem uma filosofia de vida com a qual me identifico:

Morre lentamente


Morre lentamente quem não viaja, quem não lê,quem não ouve música,quem não encontra graça em si mesmo.


Morre lentamente quem destrói o seu amor-próprio,quem não se deixa ajudar,morre lentamente quem se transforma em escravo do hábito,repetindo todos os dias os mesmos trajetos, quem não muda de marca,não se arrisca a vestir uma nova corou não conversa com quem não conhece.

Morre lentamente quem faz da televisão o seu guru.


Morre lentamente quem evita uma paixão,quem prefere o negro sobre o branco e os pontos sobre os “is” em detrimento de um redemoínho de emoções,justamente as que resgatam o brilho dos olhos, sorrisos dos bocejos, corações aos tropeços e sentimentos.


Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz com o seu trabalho,quem não arrisca o certo pelo incerto para ir atrás de um sonho,quem não se permite pelo menos uma vez na vida a fugir dos conselhos sensatos.


Morre lentamente, quem passa os dias queixando-se da sua má sorte ou da chuva incessante…


Morre lentamente, quem abandona um projeto antes de iniciá-lo,não pergunta sobre um assunto que desconheceou não responde quando lhe indagam sobre algo que sabe.


Evitemos a morte em doses suaves, recordando sempre que estar vivo exige um esforço muito maior que o simples fato de respirar.Somente a perseverança fará com que conquistemos um estágio pleno de felicidade.


Pablo Neruda


Um beijinho especial

com imenso carinho

para ti

minha amiga Lu.. :)

22 comentários:

Sophia disse...

Gostei! =) e também eu me identifiquei com o poema.
Eu ando a fugir de conselhos sensatos...

korrosiva disse...

Lindissimas palavras... está tudo dito!

Beijinhosssss um dia feliz :)

Su disse...

Lindo:)))
Para quê acrescentar quando já foi tudo dito!
Jinhos***

Gingerbread Girl disse...

Adorei o poema!

Caramba... não quero morrer lentamente em nenhum aspecto da minha vida... =|

And now excuse me... but I have some work to do. ;)

Obrigado =)*

Mimo Azul disse...

um beijito azulito para ti!!!

que belas palavras estas :)

Olhos Dourados disse...

Bonito poema.

iAna disse...

claro que não posso deixar de dizer que adorei o poema..! não conhecia:)

beijinhos e uma boa terça-feira ;)

Karochinha disse...

Que linda dedicatória e que belas amizades tu tens para teres este gesto tão lindo. Adorei o poema e obrigada por "nos" ensinares a não "morrer lentamente"...

Beijocas tão azuis como este céu maravilhoso!!!

Karlytus disse...

Sophia: fugir? hum.. até qd? vais-te cansar vais ver.. ;) beijinho!

Karlytus disse...

Korrosiva: está mesmo.. :) beijitos!

Karlytus disse...

Su: obrigado! beijinho pra ti!

Karlytus disse...

Ginger..: claro claro.. vai lá.. mas volta! ;) beijos!

Karlytus disse...

Mimo Azul: outro! :)

Karlytus disse...

Olhos dourados: Pablo Neruda tem imensos.. lindos..
beijinho

Karlytus disse...

iAna: só podias gostar, é lindo! :)
beijinhos e uma boa semana!

Karlytus disse...

Karochinha: sou realmente um rapazito de sorte.. obrigado a ti tb pela tua amizade.. :)

um jinho grande grande!

Daniela disse...

Gostei imenso!

beijinho

Lucie disse...

:)

Pois é, meu amigo, tudo tem o seu tempo, o seu lugar, o seu modo... o nosso já foi muito diverso, já passou por muito tempo, já esteve em milhares de lugares, já foram mensagens, telefonemas, cartas... hoje, é presença, simplesmente!!


Sabia que ias gostar!!!

"Desta vida, não levo nada, mas deixo um livro, um poema e uma música!"Obrigado pela dedicatória, não era necessário, sabes disso, não sabes?!

Agora, espero, um destes dias, saber o que as palavras daquele livro te disseram!!!

:)

Beijito

Lidia Guedes disse...

És mesmo boa pessoa e um excelente amigo! E aquela primeira frase é maravilhosa... acho que a vou roubar;) Beijinho grande*

Iris R. Costa Barroso disse...

E esse são os verdadeiros amigos; aqueles que nós sabemos que estão lá, mesmo quando não estão presentes.

Su disse...

Pablo.... só podia, claro está!!!Maravilhoso como sempre (ele obviamente :p)! Eu agora ando numa fase em que quero morrer lentamente.... pode ser que um dia destes as coisas mudem.... mas pra já sinto-me cansada!

Bijito meu e tu sabes....

Alexia Blue disse...

Prudência, com esses amigos, que tão depressa estão ao teu lado como desaparecem! De fossem amigos de verdade não te deixariam só, estariam a teu lado, e não longe!