terça-feira, julho 14, 2009

O futuro do nosso Planeta..



Muitos estão preocupados com o Planeta que vão deixar para os filhos..
e eu pergunto:
- Que tal preocuparem-se com os filhos
que vão deixar ao Planeta ?
Dá que pensar hein?
É que às vezes parece que as pessoas falam por falar.. dizem as coisas da boca para fora sem sequer meditarem um pouco sobre o assunto.. é o caso da nossa "Bola Azul".. fica bem dizer que se está preocupado com o meio ambiente, o aquecimento global, com as chuvas ácidas, as espécies em vias de extinção, o fim da Amazónia, etc, etc.. mas o que eu vejo é as pessoas continuarem a fazer a vidinha delas sem se darem ao trabalho de tentar fazer a diferença.. sim, porque cada um de nós tem esse poder..
E há tanto que podemos fazer..
Exemplos??
  • Separar o lixo por exemplo..
  • Seleccionar os produtos que compramos pela forma como são testados (sem ser em animais..) e pelo seu impacto no meio ambiente ("bio-agradáveis".. lol) em vez de ser pela beleza da embalagem..
  • NÃO DEITAR LIXO PARA O CHÃO!!! desculpem as maiúsculas mas é coisa que me deixa fora de mim..
  • Poupar recursos.. água.. electricidade.. combustível..

E a lista continua.. é só querer.. porque quando realmente se quer algo, não existem impossíveis..! (já agora sintam-se à vontade para aqui deixarem mais exemplos..)

Vamos mudar de atitude.. e já agora educar as crianças de forma a perceberem que até ver, esta é a única "Casa" disponível..
Continuação de uma semana linda e azulinha para todos!!

14 comentários:

Gingerbread Girl disse...

Isso já eu faço tudo. ;)

Viste o HOME? Se não viste, vê. Vais amar. ;)

kiss*

Brown Eyes disse...

Preocuparem-se com os filhos que deixam ao planeta,esse é o primeiro problema a resolver: educar em vez de estragar os futuros homens de amanhã. Andar a pé, sempre que possível, faz bem não só ao ambiente como à saúde. Em poucas palavras tocaste nos pontos mais importantes.Beijo

Filipa disse...

"Preocuparmo-nos com os filhos que vamos deixar ao Planeta" - Gostei! É verdade, não é só o ser responsável, como temos também o dever (diria talvez...obrigação) de incutir bons hábitos e ensinamentos à nossa descendência, pelo menos!

"Não deitar lixo para o chão", seja um pauzinho de gelado ou invólucro de uma pastilha... nem que tenha que encher a mala/bolso de papeluchos! É coisa que não entendo de todo, é pelo ambiente e uma questão de cidadania, não? Bom post, excelente mensagem! :)

Olhos Dourados disse...

Eu faço tudo o que posso. Ate´no trabalho levo sempre o lixo que faço para casa para separar e reciclar.

Myosotis disse...

Sim, concordo plenamente contigo. É fundamental e digo mesmo URGENTE educar as gerações futuras. E este é um dos motivos porque gosto tanto de trabalhar na área da Educação Ambiental.

Parece absurdo, sobretudo com a quantidade de informação que recebemos hoje, mas muitos de nós nem sequer sabe separar os resíduos que gera. Muitos de nós não sabem que os nossos aterros estão sobrelutados e que é por isso que é fundamental triar o lixo. Muitos de nós acham, e porque agora os meios de comunicação nos querem fazer pensar assim, que uma barragem é amiga do ambiente (temos a maior barragem da Europa, a barragem do Alqueva, que produz praticamente zero e porque é que foi construída? Porque vai servir para regar campos de golfe e urbanizações turísticas, que é o que nós fazemos mais e melhor). Muitos de nós não imagina que apenas tornando as nossas casas energéticamente mais eficientes poderemos poupar 80% da energia que consumimos. Muitos de nós não sabem que nenhuma energia alternativa é 100% amiga do ambiente. Muitos de nós pensam que tudo isto é um exagero. Muitos de nós não imagina o estado real em que está o nosso planeta. Muitos de nós não querem sequer saber...

Bom isto parece um testamento mas realmente este assunto não me consegue deixar indiferente. E ainda bem que não deixa indiferente mais umas quantas pessoas como tu...

**Beijinhos**

Lidia Guedes disse...

É isso, é isso!
Mas sabes como é... uns nascem com cérebro outros nascem com miolos de galinha. E pior do que nascerem assim burrinhas e parvinhas é porem-se a defender teses e fazerem-se "conhecedoras" da verdade, e depois... experimenta passar lá em casa e verás! Enfim! Estes assuntos deixam-me... perturbada!

Andr3 disse...

Amigo Karlitos, eis que o problema, para ser totalmente solucionado e bem resolvido futuramente, é exactamente na camada infantil, nas nossas crianças que se deveriam apostar fortemente!
É desde a idade pequena que se começa a ter noção do mundo em que vivemos e do que é bom ou mau. Logo, faria todo o sentido haver uma educação responsável, desde cedo, por forma a ser um hábito e uma forma de vida (eco)saudável, ja instalada na propria educação e forma de viver!
Defendo fortemente uma forma de vida ecológica, e tento criar ao meu redor eco-habitos tanto em familiares como amigos, e visinhos inclusivé, ehe. Qualquer dia ainda sou espancado! Mas tento, sempre!

E tanto em casa como no local de trabalho adquiro atitudes eco. Separação do lixo, poupança em fontes de energia (água, luz, gas, gasolina, etc) e tudo e tudo :)

Um Abraço, Até Depois

Anónimo disse...

é bem verdade o que dizes, é nas crianças que temos que apostar educa-las de forma a que sejam conscienciosas e responsáveis.
não andar por aí a cuspir moralismos parvos beijinhos lilás e cor-de-rosa choque
Petra

Saltos Altos Vermelhos disse...

ajudava bastante educarem as crianças para a ecologia :D Bom fim de semana

Girstie disse...

Não nos preocupamos nunca muito com o futuro, infelizmente.

beijos

Graça Pereira disse...

Hoje, é o DIA DO AMIGO. Passei por aqui para deixar um abraço Graça

Vocas disse...

É mesmo esse o pensamento a ter!

R* disse...

Acho que cada vez mais devems ter atençao aos nossos actos e incentivar os mais novos. Fico feliz por saber também que muitas vezes sao as crianças que incentivam os pais a separar o lixo e a poupar água e luz porque aprenderam na escola.
Que sejam muitos assim :)

Mikas disse...

Mai nada!! A educação/formação é o princípio de tudo. Beijo