terça-feira, setembro 26, 2006

Eu tenho dois amores..


"Eu tenho dois amores
que em nada são iguais.."

Não se assustem.. :) podia muito bem (ou mal..) ser a letra de uma canção, mas não é.. ou melhor aqui não é.. pois as palavras têm sentido quando inseridas num certo e determinado (onde é que eu já ouvi isto..??) contexto..

Considero-me uma pessoa de paixões.. vivo a vida de uma forma muito intensa e dedico-me ao que gosto a 200%.. como se diz na gíria: atiro-me de cabeça..
Ora esta filosofia de vida tem os seus "prós" e os seus "contras" aliás como quase tudo na vida..

A paixão não é um sentimento duradouro (embora muitos de nós gostássemos que fosse.. ou não..) nem tão pouco estável e tranquilizador.. faz-nos sofrer.. estremecer.. questionar.. duvidar.. (dito assim até parece mau..) , mas também nos faz sentir mais leves, positivos, jovens.. inspira-nos e faz-nos sentir mais vivos que qualquer outro sentimento..

Acredito que o "Amor" é, por vezes, um estado evolutivo da paixão.. Outras não..
Alguém disse " Se não podes ter aquilo que amas, então aprende a amar aquilo que tens.." e eu concordo com esta frase, contudo penso que não está ao alcance de todos.. pelo menos ao meu.. pois acredito que no fundo saberemos sempre que é um amor forçado por nós e não pelo destino.. e já dizia o outro :
" Podes enganar alguns durante muito tempo.. muitos durante pouco tempo.. mas nunca conseguirás enganar todos para sempre.."

Bem.. esta conversa (da treta) toda pra dizer que estes são dois grandes (um maior que outro..) amores meus.. o Mike ( o Labrador preto ) e o Popeye ( a mistura de podengo com pincher e mais uns positos...).

O Popeye ( Popi para os amigos ) é cerca de um ano e meio mais velho e já foi maior que o Mike (velhos tempos hein Popi ?? ) mas é muito mais activo que o seu amiguinho.. é também muito mais comunicador.. ás vezes até demais.. (dizem que os cães refletem a personalidade dos donos mas neste caso isso não se verifica pois não? ; hehe )

O Mike é uma doçura de cão.. muito meigo ( menos para cães maiores que ele e que não lhe queiram fazer uma vénia...) adora dar beijinhos e passear de carro.. ( quando consegue esgueirar-se para a rua sem a autorização devidamente carimbada, a única maneira de o apanhar é mesmo ligar a carrinha, abrir a porta e convida-lo para um passeio.. passeio esse que só dura 5 minutos.. o suficiente para não estragar o engodo.. hehe ).
Adoro-os aos dois.. e se me pedirem para vos dizer de qual gosto mais, digo-vos que é impossível amar duas coisas diferentes da mesma maneira..
"Eu tenho dois cães
que em nada são iguais.."

4 comentários:

EMN disse...

Já consegui.

Sou uma apaixonada por animais, eu tenho dois gatitos, a Cuka e o Lukas, que são a minha paixão.
Adorei a maneira como os apresentas-te.

fica bem

emn***

Karlytus disse...

*EMN: E agora tens tb o Vasco.. q é lindo!! ;)

Anónimo disse...

contraditório...primeiro "temos de aprender a amar o k temos"...dps "n consegues enganar todos para sempre"...?? não se aprende a amar! ou se ama, ou n! o grande problema é que se usa a palavra amar de uma forma tão banal que tiramos toda a sua magia, veracidade e poder! Podemos aceitar e aprender a gostar! Mas o Amor é acima disso...se o ultrapassamos...então n era Amor!... so it is!

Karlytus disse...

anonymous: obrigado pela tua opiniao.. concordo contigo qd dizes q se usa a palavra "amar" um pouco levianamente.. eu não o faço, nunca o fiz e espero não o vir a fazer..
Contraditorio?? Claro que sim.. e entao? Nós somos mesmo assim.. além do q se leres o meu texto novamente serás capaz de perceber melhor o q quero transmitir..
Mais uma vez, obrigado pelo comentário.. aparece sempre..
Saudações.. :)